segunda-feira, 10 de novembro de 2008

Os 44 Presidentes Eleitos dos Estados Unidos

Essa eu recebi do meu irmão por e-mail e tive que postar... a caricatura dos 44 presidentes eleitos dos Estados Unidos... e agora, por último, um contraste que ficará marcado na história...



De onde tirei isso??? Bem, aí vai o link...

http://www.patrickmoberg.com/november-4-2008.jpg

sexta-feira, 7 de novembro de 2008

Eleições Americanas...

Navegando por aí, encontrei no site do Terra um comparativo das propostas de Barack Hussein e John McCain... bom, analisando bem não é difícil perceber porque Obama venceu as eleições...



quinta-feira, 6 de novembro de 2008

Gestão Estratégica de Pessoas

Era uma vez, um caçador que contratou um feiticeiro para ajudá-lo a conseguir alguma coisa que pudesse lhe facilitar o trabalho nas caçadas.
Depois de alguns dias, o feiticeiro lhe entregou uma flauta mágica que, ao ser tocada, enfeitiçava os animais, fazendo-os dançar. Desse modo, o caçador teria sua ação facilitada. Entusiasmado com o instrumento, o caçador organizou uma caravana, convidando dois outros amigos caçadores, para a África.
Logo no primeiro dia de caçada, o grupo se deparou com um feroz tigre. De imediato, o caçador pôs-se a tocar a flauta e, curiosamente, o tigre, que já estava próximo de um de seus amigos, começou a dançar. Foi capturado rapidamente.
Horas depois, um sobressalto. A caravana foi atacada por um leopardo que saltava de uma árvore. Ao som da flauta, contudo, o animal transformou-se. De agressivo, ficou manso e dançou. Os caçadores não hesitaram e o capturaram. E foi assim, flauta sendo tocada, animais ferozes dançando, caçadores capturando-os.
Ao final do dia, o grupo encontrou pela frente, um leão faminto. A flauta soou mas o leão não dançou. Ao contrário, atacou um dos amigos do caçador flautista, devorando-o. Logo depois, devorou o segundo. O tocador de flauta, desesperadamente, fazia soar as notas musicais, mas sem resultado algum. O leão não dançava. E enquanto tocava e tocava o caçador também foi devorado.
Dois macacos, em cima de uma arvore próxima, a tudo assistiam. Um deles observou com sabedoria:
- Eu sabia que eles iam se dar mal quando encontrassem o surdinho...
Moral da Historia:
'Não confie cegamente nos métodos que sempre deram certo; um dia podem não
dar.
Tenha sempre planos de contingência; prepare alternativas para as situações imprevistas; preveja tudo que pode dar errado e prepare-se.'
Esteja atento às mudanças e não espere as dificuldades para agir.

'Cuidado com o Leão surdo.'



Essa eu recebi por e-mail... achei interessante e postei aqui.